16 de junho de 2010

Espinho vs Portugal

A minha cidade está assim, repleta de bandeirinhas de Portugal, em cada poste de electricidade uma bandeirinha a condizer com o nosso país. Devo revelar que não concordo muito com esta política das bandeirinhas, acho que chegamos a um ponto que usamos "a nossa bandeira" apenas por usar, declinando a sua importância. Ontem quando me deparei com esta "novidade" fiquei um pouco irritada, porque pensei: "Bandeiras compradas com o dinheiro dos contribuintes. Eu sou contribuinte, dizem que estamos em crise, temos de apertar o cinto. Não comprei bandeirinha, boné, nem chinelinho porta-chaves, ora era porque realmente não queria gastar dinheiro com isso e agora vejo isto? rrrrrrr"

Acho que chegamos a um ponto que se dá demasiada importância ao apoio material e não sentimental, apoiar a selecção nacional é apoiar interiormente, torcendo. A bandeira não é significado de apoio, até porque eles nem cá estão para ver. Se fizermos um "zapping" por outros países, veremos que isto não acontece desta maneira, à excepção do brasil que leva isto mesmo à letra. E mesmo querendo apoiar com alguns "enfeites" acho que não devemos cair no exagero. Afinal estamos em época de contenção, não é?

Falando em Espinho, há ainda a dizer que hoje a cidade está de parabéns por mais um ano de existência, portanto por aqui é feriado. Há a dizer que ontem os cafés, ruas e outros espaços de transmissão futebolística estavam cheios e todos pararam para ver a selecção jogar, pena hoje quando os bombos tocaram e os bombeiros desfilaram pelas artérias da cidade, o mesmo não ter acontecido. 

3 comentários:

anamoris disse...

Olha fiz uma promessa lá no silêncio do meu Alentejo:
NÃO VOU FALAR SOBRE FUTEBOL!!!!
Hi Hi Hi
Beijinhos

anamoris disse...

Gostei bastante do novo look do teu blog. Está com um ar profissional, seguro...
Beijinhos

jagga nathan простй disse...

Португалия

Португалия экзістэнцыяльнымі

é isso vivem para o momento

© Lidia's World, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena