31 de outubro de 2007

Working...

Listening...

O meu companheiro de todas as horas...


blá, blá, blá.... falo, falo e não digo nada... :p


A olhar o futuro...


"Céu limpo em toda a cidade de Oliveira de Azeméis... Bom Dia!"
Céu limpo e um ar profundamente fresco e respirável! hummmm delicia...

Amanhã é feriado! IUPI! IUPI!

29 de outubro de 2007

Running Machine

A brincar, a brincar, uma vez por causa do sono, quase me aconteia uma coisa parecida lá no ginásio...
Ora "toca" a espreitar:


25 de outubro de 2007

Está decidido!

Quero uma janela destas em minha casa!

Ora vejam:

A Daylight Windows foi apresentada em Londres pela Philips, a chegada a Portugal ainda não tem data prevista, falta ainda saber o preço desta magnífica novidade da techonology...
Foi por não ter uma janela destas no comboio onde viajo que tive de estar um dia e meio a curar uma valente gripe... já não me lembrava de estar de cama por causa de uma gripe... Mas já (não) estou pronta para outra!
**beijitux borboleta**

22 de outubro de 2007

Blond... Again...

AnTeS...
DePoIs...


O fim-de-semana foi óptimo! aproveitei e tirei algumas fotos da minha loirice... E para variar não resisti em colocar as fotos em Black and White...



Até Já!

19 de outubro de 2007

Changer…


Ao post número 200...


Há muito que sinto uma ansiedade, uma ansiedade de fazer coisas novas, mais divertidas, que façam abalar esta monotonia que se vem tornando no meu dia-a-dia…

A monotonia não nasceu para mim e a repetição muito menos, e a prova está até nos mais pequenos gestos que faço, como as mudanças do visual, o jeito de vestir… Tudo para mim tem de estar sempre a mudar, tenho de estar sempre a fazer algo que me incentive, que me active, que me faça sentir importante para mim e para os outros, que me torne mais moderna, mais madura… E isso ultimamente não tem acontecido, principalmente no sector que mais sinto necessidade de fazer mudanças, de inovar… No trabalho… Sim, porque no resto eu faço, mando e desfaço sozinha, mas no trabalho tudo está em grupo e por estar tudo em grupo e tudo tão certinho é que se torna, por vezes, monótono… Detesto, detesto e repudio esta palavra, sou uma pessoa aventureira, nunca tive medo de dar um passo em frente e até hoje não me arrependi dos que dei e nunca pensei duas vezes… Mas agora penso, não só uma, como duas, três, quatro e no fim acaba sempre por ficar tudo na mesma, mas a necessidade e ansiedade aumentam, dia após dia.

Primeiro para combater esta ansiedade, há um ano e meio atrás, voltei para o ginásio depois de muitos anos sem frequenta-lo, comecei a praticar e aventurar-me em modalidades que gosto, agora penso em mais tarde fazer algumas formações no Manz, mas tem de ser mesmo mais tarde, porque quero estar muito bem preparada. E por estar adiar mais uma coisa começo a sentir novamente esta ansiedade de fazer algo novo, pensei em voltar a estudar á noite, mas devido aos meus horários no emprego, é completamente impossível, ou dormia em pé, ou não dormia… Pensei também em voltar ao Design, Fotografia, em fazer Dobragens ou Documentários e conciliar com o emprego na rádio, pensei até em abrir um negócio com a minha mãe e no fim cheguei á conclusão que o melhor é pôr uma baixa médica, porque estou tão baralhada que daqui a nada vou parar ao Conde Ferreira…

Pensei que com o passar dos anos fosse “assentando” e as minhas ideias começassem a ficar cada vez mais claras para eu tomar um rumo definitivo, mas afinal, chego á conclusão que isto está, sempre esteve e sempre estará comigo… A indecisão… A verdade é que até para escolher um simples refeição eu estou, por vezes, quase 15 minutos a olhar para o menu e quando vou dizer o que quero ainda estou indecisa… (um bocadinho exagerado nos minutos, mas é verdade)

São marés… São alturas do ano… Há outras a que a tudo digo SIM, há outras a que a tudo digo, pode ser

Deve ser do Outono…

Será? Espero que sim… Mas as dúvidas continuam… Preciso de algo novo!!! E urgente


Je veux changer!


%1

37% de mim e 63% da Natalie Imbruglia, será?

17 de outubro de 2007

A noite




A escuridão cegou aqueles olhos, que apenas conseguem ver a transparência das suas próprias lágrimas… tristeza...


Flores saciam a sede nas lágrimas que libertam... Pássaros voam no ar que respira...Voa o pensamento, até ao espaço onde o encontra… na mente…

Solitariamente perde-se nos braços da própria noite... ofuscada pelo negrume da escuridão…Um arrepio frio percorre-lhe o corpo, brisa que se escapa pela janela, entreaberta…

Livre… rodopia numa dança em contraste… quente e impetuosa…Plana por momentos, olhos brilhantes de lágrimas transparentes, que fixam… nada…

- Sentes?

Fundi-me com a noite, que me tomou nos seus braços…
Torna-se sua amante, acaricia o seu corpo em cada instante… Percorre suavemente cada centímetro de pele, sente o seu calor sob o toque das suas mãos…


Arranca-lhe calafrios com os seus lábios húmidos e movimentos de felina numa dança selvagem…

- Ouves?

O vento murmura gemidos de prazer… no ar o aroma do desejo enlouquecido…
A noite clama por ela e torna-a sua… por momentos são um único corpo, um único espaço, um único sentir…

Magia da noite ao alvorecer, que se perde ao amanhecer…


- Prometes?

Amanhã, assim que escurecer, secarei as tuas lágrimas e voltaremos a fazer amor…

Darkness blinded those eyes that just get to see the transparency of their own tears… sadness...


The thirst of the flowers is satisfied by the tears that she frees... Birds fly in the air that she breathes...
A though flies, to the space where she discovers him... inside her mind


In loneliness she's lost in the arms of the night itself... blinded by the dark
tone of darkness...


A frozen chill travels through her body, like a breeze that escapes by a half-
open window …


Free… she twirls in a contrast dance… hot and spontaneous…
She glides per moments, brilliant eyes of transparent tears that face…
nothing…


Do you feel it?
Together as one, the night, took me in her arms…



The night becomes her sweetest lover; it caresses her body in each instant…
It travels smoothly through each inch of her skin, she feels the heat under
the touch of its hands… Wet lips and slinky movements drag her cold chills
in a wild dance…


Do you hear it?
The wind whispers wailings of pleasure… in the air the aroma of a crazy
desire…


The night shouts for her and it takes her as his one… for a few moments both
are a single body, a single space, an only one to feel…
Magic of the night that fades away when dawn breaks…


Do you promise it?
Tomorrow, as the evening falls, I shall dry again thine tears and we will make
love once more...




Escrito por/by ≈♥ Nadir ♥≈

10 de outubro de 2007

Pois... e já tenho 20 aninhos...

O dia de ontem não podia ter corrido melhor, lá andei eu na "passeata" enquanto outros se matavam de trabalhar por mim... eheheheh Aproveitei e fiz algumas mudanças no meu visual... voltei a ser meia loirinha*

Sexta-feira volto ás boas pois não venho trabalhar, pois há muito que preparar para o casório de sábado.

Aproveito para deixar uma foto do "antes" e prometo em breve colocar uma foto do "depois"!

Beijocas!

8 de outubro de 2007

Amanhã é o meu dia de Aniversário, faço 20 anos... Como tal, aproveitei para tirar o dia de folga e ir fazer coisas consideradas de uma "Urban Woman" (cabeleireiro, compras... bla bla bla), enfim nada mais do que ficar com um pouco da minha carteira mais leve para não me fazer doer tanto o ombrito... eheheh

Quer isto dizer que regresso aqui, a este mundo da blogoesfera, na quarta-feira, mas quando cá chegar espero ver muitos beijinhos de parabéns! Ouve até quem já se tenha antecipado e me tenha mandado este delicioso miminho/presente que eu adooooorei :)


Obrigada nadir!
Beijinhos!!!
Se há coisa que eu adoro tambem, é este novo álbum do "boss" que por sinal alguém já me ofereceu! :P
Esta é a melhor de todas...
Long Walk Home


uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

Milionária aos 30 certinhos? impecável! Mal posso esperar...

4 de outubro de 2007

60's
Foto by me
Ainda nem cheguei ao fim dos teen para entrar nos twenty e já me estão aparecer as doenças-da-velhice, é verdade...

São as fortes dores de um lado da cabeça de manhã, são os tremores na mão direita a meio da tarde e como se não bastasse tenho o dedo indicador dormente e o polegar com alerta vibratório... Pá isto é engraçado, tenho um dedo que vibra e tal, mas ás vezes torna-se incomodativo. Deve ser um dom, não sei... O que é certo é que escrever sms com a direita hoje não dá, bem que a esquerda tenta lá ir mas também não dá, portanto deixo já o aviso que se não respondo a sms's, não, não é porque intoxiquei no wc nem porque fiquei presa num dos elevadores do "rainha"*, é mesmo porque este meu novo dom, ainda incontrolável, não me deixa.

Portanto tive a pensar, que o melhor mesmo é ir de fim-de-semana prolongado, algures para a minha pequena-grande-cidade e belíssima por sinal, Espinho, e regressar na 2ª feira com more words...

Até já! Pode ser?




*nome do edificio onde trabalho.

2 de outubro de 2007

Radio Nowhere

Já saiu! Já saiu! Já Saaaaaiiiiiiiiiiiuuuuuuuuuuu!!!
Magic - O novo álbum do mágico da música Bruce Springsteen, o "Boss"... I Love You!



Só uma coisa assim é que é capaz de me fazer parar de trabalhar para ver vídeos no youtube e quase chorar! ehehehe (só quase... )

Viver...

...My Face...
(Foto By me)


Viver para além de sentir o que a alma nos quer mostrar,
É viver sem pensar que o amanhã não pode vir,
É sentir que a brisa fresca do mar que nos banha nas tardes quentes,
É muito mais que um simples respirar,
É sentir a magia das estrelas nas noites de luar
E por entre os sonhos, viajar…

É amarrar a vida ao nosso corpo e nunca dela prescindir,
É amar, amar e respirar,
É sentir, sentir e nunca desistir,
É voar, voar e nunca parar,
É morrer, morrer e para sempre viver!


Lídia Amorim

1 de outubro de 2007

Cansaçomania

Hoje estou completamente morta, abarrotar de cansaço e sono... Esta história do ca-sa-men-to dos outros continua a pôr-me doida, é cá um stress diário... O que me vale são os agradáveis momentos com o Sr.Morango nos tão curtos fins-de-semana...

Com tudo isto até me esqueci que estou praticamente a fazer 20 anos, é já na próxima semana! Se fosse em anos anteriores já estava a fazer contagem decrescente para a data, mas acho que os 20 já me estão amadurecer ainda mais, ou não, o que está a fazer com que me esqueça quase de os comemorar... Acho que esta síndrome acontece a muitas pessoas depois dos 18, lá porque não até aos 18 conta-se tudo muito devagarinho e depois desses passa a correr e todos querem esquecer a idade que têm... Não sei, só sei que neste momento o meu cansaço é tal que nem raciocinar consigo. Acho que vou ali fazer um bocadinho de rádio e já venho! Até já!




© Lidia's World, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena