26 de novembro de 2009

24 de novembro de 2009

23 de novembro de 2009

Para além do benfica ter perdido...



Os autocarro do vitória foi apedrejado na A1, à passagem por Alverca:

"...A comitiva fez uma paragem na estação de serviço seguinte, em Aveiras, para avaliar estragos. A polícia presente tomou conta da ocorrência, conta a TSF. A pedra acertou na cabeça de D. Afonso Henriques, desenhado num vidro lateral da parte traseira..."

Mais um caso que se tornará mediático, preparem-se as escutas telefónicas e acusação a José Sócrates. Vai-se a ver o homem estava lá escondido entre algumas árvores ao telefone com o Manuel Godinho.

20 de novembro de 2009

¡Estoy en vuelta!

E cá estou eu, depois de um dia de trabalho cansativo em Vigo, cheio de coisas novas, projectos novos e com regressos já marcados.


De lá fica o recuerdo do fantástico almoço (ás 15h00 espanholas) que fizemos no Room Lounge Bar.

A ementa:

As entradas: Tostinhas com finissimas fatias de bacalhau, regadas com azeite, salsa e um fiozinho de caramelo.

Primeiro Prato: Uma deliciosa sopa de peixe, 0% de batata, cenoura, camarão aos pedacinhos e salsa.

Segundo Prato: Salmão com batatas ás rodelas, Couve roxa e tomate cherry.

Sobremesa: Trichocolate. Um bolo/creme delicioso de três chocolates (branco, leite e preto), regado com um topping de chocolate.

Os espanhóis almoçam tarde mas muito bem. Tudo isto acompanhado de musica ambiente, boa conversa, gente bonita e sorridente!

E melhor que tudo: o preço não tem nada de anormal.

Se passarem por lá, recomendo!

18 de novembro de 2009

Frioooooo

Eu ainda não acredito que ás 09h00 da manhã de hoje, vi uma senhora a passear-se na rua de "Cai Cai" e Sandálias....

Por pouco não tive um colapso térmico.


Não. Eu não moro no Rio de Janeiro.

17 de novembro de 2009

O meu Karma:

Pessoas com a mania da perseguição e pessoas com a mania que são vitimas....


E é que apanho sempre, pelo menos uma, toooodos os diaaasss!!!

Estou prestes a entrar num estado de delírio absoluto que me poderá obrigar a fazer coisas que até ao momento só se ficavam pelo pensamento.

Não deixem de visitar: www.bloguedeideias.blogspot.com

16 de novembro de 2009

Everything in Return


Quando pensava que o Sol começava a brilhar de novo.... Eis que ele se volta a esconder e as nuvens apoderam-se da sua claridade.

13 de novembro de 2009

Sexta-Feira 13

Embora eu não acredite muito nestas coisas de sextas 13 e bruxarias e bla bla bleu, a verdade é que hoje tou a ter um dia dos diabos! De manhã deixei o telemóvel e o cartão multibanco em cima do tablier do carro e quando cheguei ao trabalho tive de ir a correr para trás buscá-los. Quando lá cheguei alguém já estava a mikar a situação... Na hora de almoço tive de ir a correr para a Segurança Social e quando lá cheguei "Fechado para Almoço", Porra mas antes não fechavam para almoço!!! Como se não bastasse ainda não consegui recuperar o meu sono, logo á noite, mais aulas, mais cansaço... eu já nem sei a quantas ando!

Enquanto isso vou-me deliciando com estes deliciosos chocolatinhos da Avianense. Isto sim é sabor a chocolate, hummmmm


Provem sobretudo os de Laranja...

12 de novembro de 2009

Disposição

Ando com uma disposição, daquelas!!! Só me apetece descansar, dormir bem, comer bem, não fazer nada, ficar o dia a "sornar" no sofá a olhar para o tecto, sem televisões ligadas, sem som de fundo, sem nada, só o silêncio do que me rodeia e o som da minha mente. E hoje, para ajudar, está a chover e está frio. Não é que não goste deste tempo, porque é até o que mais adoro, mas com a disposiçãozinha que eu ando não ajuda nada.

Era bom que viesse um diazinho de frio com aquele sol quentinho e eu me pudesse "esticar" numa chaise longue, com uma vidraça enorme com vista para o mar, sem sons, sem vozes, só um cházinho delicioso acompanhado de pensamentos distantes...



Hoje: O Ultimo grito da teconologia para automóveis em: www.bloguedeideias.blogspot.com

11 de novembro de 2009

Entediada.

Pode ser o nome ou sentimento correcto aplicar hoje no meu caso. O que acontece é que quem me conhece bem, sabe perfeitamente que tenho um defeito/feitio que é a frontalidade sem força desmedida. Ou seja, tenho por hábito dizer às pessoas directamente o que acho, "cara-a-cara", sem sinismos, sem falar por trás, sem mesquinhices, sem meias palavras. Em tempos não era assim, agia mais diplomáticamente, só que entretanto, farta de coisinhas e pormenorezinhos e cansada de "sisnisses" deixei-me disso e digo tudo o que tenho a dizer, seja a quem for, na hora que for, como for. Obviamente que não insulto, nem desco a escada, mas digo e pronto.
O que é certo é que tenho vindo a reparar que isto incomoda algumas pessoas, que não sabendo dizer directamente, falam por trás e eu não gosto. Ora quando essas pessoas se pronunciam simpaticamente, levam logo uma resposta daquelas que lhes seca a boca. Tipo "ah e tal tou cansado.." "Tás cansado, porque não te vais embora?", pronto as pessoas não gostam e depois auto-intulam-se de anjinhas. Enfim...


Mas a minha dúvida recai sobre uma coisa: Se nós somos sinceros, não gostamos e dizemos de imediato que não gostamos, porque é que somos repreendidos?

Será melhor falar mal por detrás das pessoas e fingir-se ser-se amigo pela frente?

Das duas, uma!

Não entendo porque é que a frontalidade incomoda tanto as pessoas.

Comenta mais, em: www.bloguedeideias.blogspot.com

10 de novembro de 2009

9 de novembro de 2009

será?


Não é do meu feitio "fazer filmes" ácerca de coisas que possam acontecer ou planeá-las muito atenpadamente ou ainda ficar a imaginá-las e pormenorizá-las. Mas por vezes tenho pressentimentos...

E o meu maior pressentimento, já dentro da linha da adivinhação, é que esta semana, vou ter mais uma semana de cão! ups... uma semana não!

Urrrrrrrr.......

6 de novembro de 2009

Semana Não

A minha mãe foi internada de urgência. Visicula. Adormeci tarde. Acordei tarde. Não tomei pequeno almoço. Tive de estacionar no parquimetro sem ticket. Cheguei tarde ao trabalho. O chefe chegou ao mesmo tempo. Felizmente compreendeu. Andei a manhã cheia de sono. Cheia de fome. Almoçei á pressa. Encontrei uma colega de infantário, dois beijinhos e um "já não te vejo há tanto tempo." Estava a chover. Não conseguia estacionar. Bati num outro carro. Não aconteceu nada. O gajo riu-se "Mulheres ao volante...". Voltei a não arranjar lugar de estacionamento não pago e voltei a não colocar o Ticket. Mesmo assim atrasei-me novamente. O chefe "hoje é sexta. podes sair uma hora mais cedo.". Não consegui falar com o namorado. Não falo com ele há dois dias. Bebo Drena +. Sabe a Pleno. Não vou poder ir às aulas. Vou visitar a mãe. Tenho de passar no Shopping e trocar os meus talões por vales senão perco a promoção. Amanhã Ginásio. Pagar Contas. Feira de Franchising. Conferência. Visitar a mãe. Namorado. Jantar. Dormir.

Quando acordar será possível recuar oito dias atrás e começar tudo de novo?

Photo by Lídi@morim

5 de novembro de 2009

No outro dia "O Pingo", hoje...

O Tamagotchi!


Ainda hoje sinto um pouco de raiva por ter deixado que alguém tivesse roubado o meu super tamagotchi azul! Aquele que para além de o colocar a dormir, a comer e outras coisas menos proprias para este blog (eheh), dava também para o levar ás compras! Era tão giro e alguém mo roubou do bolso do casaco de ganga que eu detestava vestir, que tinha umas risquinhas vermelhas e uns bonequitos no bolso. urrr

Pois é, mas lembro-me como estas maquinitas nos faziam perder a cabeça, chegando a fazer apostas de quem deixava o seu morrer primeiro ou de obrigar os nossos pais a irem às reuniões em que os impingiam computadores e cursos de computadores e no fim sorteavam tamagotchis! Era a loucura...

4 de novembro de 2009

Ainda sobre diferenças...

Ás vezes chego a sentir-me eu a rídicula, como se os meus assuntos não fossem minimamente interessantes ou demasiado maduros para imaturidade de com quem estou a ter o diálogo... Chego mesmo a pensar em palavras mais fáceis de utilizar e de serem entendidas, ou até calão, de modo a que a pessoa me entenda.
Já aconteceu num verão, enquanto ia para a praia com amigas, nem sequer abrir a boca, porque a cada palavra que eu dizia me olhavam assim, como quando olham para as mães delas ou para pessoas mais velhas?? (que é que esta recessa tá a dizer? Vem-me agora com palavras caras... Já deve ter largado uns mil euros...)

Penso nisto, porque em certa altura também eu pensei assim e achava as pessoas muito retraídas, pouco descontraídas e infelizes com a vida. Na verdade, mais tarde, vim a perceber bem as diferenças entre o que eu pensava e a realidade.

Não sei. Parece que falar de politica ou da nova colecção que algum estilista lançou ou até de um novo filme ou de uma exposição, são assuntos que não interessam...

Será mais interessante falar da vida da amiga da amiga que anda a sair com um gajo feeeiooo e namora ao mesmo tempo com um gajo booommm e anda indecisa na escolha que espera opiniões de toda a gente?

Serei eu ou serão os outros? Não entendo...

3 de novembro de 2009

Different??

Há até quem me chame um pouco esquisita ou até esquisita demais. Mas a verdade é que em muitas coisas, por vezes, me sinto muito diferente das pessoas que me rodeiam. Eu não gosto do trivial na cozinha, nem do café com sabor a água, muito menos de trocar um bom espectáculo cultural por um jantar convívio com milhares de pessoas com quem nem sequer troco impressões. Também não gosto das conversas vagas, sem sentido, preferindo muitas vezes a minha própria companhia, não gosto de ler livros que toda a gente lê ou que toda a gente diz que lê, de ouvir musica que toda a gente ouve e ainda muito menos ir comprar onde toda a gente compra. Sou diferente? Pronto! Para mim, perfeitamente normal, mas com gostos diferentes.



Por exemplo, prefiro um bom foccaccia com mozarella, tomate, frango, alface e agrião, regado com um fiozinho de azeite, especiarias e umas rodelinhas de azeitonas.


E ainda um cafezinho Arábia acompanhado de um pauzinho de canela.


E é isso que é servido, dentro de minutos… hummmm

© Lidia's World, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena