27 de dezembro de 2009

Não quero!


A única coisa chata destas reuniões familiares é as perguntas a que quase não podemos, não conseguimos fugir. E essas perguntas são as perguntas do costume:

Número 1: Quando te casas?
Número 2: Quando te casas?
Número 3: Quando te casas?

Eu fico fuuuuuullaaaaaaa com esta pergunta!!! Há pessoas que não vêm outro destino para as pessoas, a não ser o casamento. irrita-me!

23 de dezembro de 2009

O dia mágico...

É a música pelas ruas, os enfeites, o brilho no olhar de quem passa. É o gostinho de ter frio, mas sentir o coração quente, aconchegadinho. São os abraços mais apertados e o sorriso mais sincero. É a preocupação em agradar alguém mesmo com o presente mais pequenino, simples e económico. É a preocupação em fazer sorrir, em ajudar, em reunir todos aqueles que amamos descaradamente e até aqueles que amamos mais "subtilmente". É o andar das pessoas que é diferente, é o vestir. É o amor que se deposita nas refeições que se preparam. É o gostinho diferente do bacalhau. É a generosidade. É a sinceridade. É a festa. A alegria. A esperança que se deposita em tudo que terá de vir a seguir. É a religiosidade. É a alegria dos mais pequeninos. É tudo, tudo, tudo que é bom, reunido, num só dia: o dia de natal!


Por isso, para todos, um Super Feliz Natal!!!

21 de dezembro de 2009

Miaauuuuu

Finalmente. Esta constipação parece ter as horas contadas. Sempre os ares e os 6 graus negativos da serra, no fim-de-semana, me fizeram bem o suficiente para hoje me sentir a subir os degraus da "optimização". E como tal, já me sinto confortável para dizer algumas coisinhas àqueles que me lêm e aos que aqui vêm só para ver as imagens.. eheheh

Ontem logo de seguida à emissão dos ídolos, a sic mostrou repetições de sketch's dos Gato Fedorento, "Zé Carlos". E eu dei por mim a ver aquilo e a pensar o quanto eles nem sempre têm piada, apesar das figuras ridiculas. Pronto, ok. Está na moda dizer, mesmo que não se goste, que se ama os gato fedorento e rir mesmo antes de qualquer sketch deles começar. Mas eu, como sabem não sou assim.

Então ocorreu-me um certo pensamento, uma certa dúvida, sei lá. É que pelo que reparei o quarteto fantástico sempre que faz algo, este só dura 1 mês, dois meses... e depois toca a programas de anos anteriores o resto do ano...

oh pá... isto leva-me a pensar... Será que eles são assim tão bons, tão bons, tão bons, que precisam de 10 meses de trabalho para garantir 2 de audiência??

Para além disso o que me parece é de entre os 4, só um é que realmente trabalha e tem piada, os outros 3 estão ali só porque são amigos e tal... querem ganhar mais uns trocos!

Não percebo! Não percebo...

17 de dezembro de 2009

Eu sou assim:

Acontece um sismo às 6 da manhã, só o descubro às 12h00... Leio que foi sentido em todo o território nacional, afinal foi só a uns cento e poucos quilómetros de faro e de intensidade elevada... Mas eu não senti rigorosamente nada...

Serei eu uma pessoa com pouco grau de sensibilidade? Serão exageros de dotados jornalistas? ou é da Gripe?

16 de dezembro de 2009

Sintomas:

Cá dentro: Cansaço. Dores só na garganta. Olhos inchados. Enjoos. Corpo quente. Arrepios. Sono (como sempre)...

Lá fora: Chuva a litros, frio e um pouco de sol.


Quem percebe isto?

14 de dezembro de 2009

E mai nada!!!

Não quis saber de mais nada! Ao primeiro segundo que vi que o "senhor de certa idade" a entrar para a via da esquerda, a via onde eu circulava, o meu sentido e não o dele e ainda por cima a mandar-me sair da frente!!! saí do carro e desatei aos "enxuvalhados" ao "senhor de certa idade", comportei-me como um macho "oh seu **** vá aprender a andar na estrada... senil!" e mais uns tantos, pronto, que pela subtileza do espaço não devo descrever.


E é assim que começam as minhas manhãs... a mandar uns tantos "bitaites", a velhos, nos parques de estacionamento!! Urrrrr

11 de dezembro de 2009

Não gosto daquela coisa...

do: "hoje vi-te. Passas-te por mim, nem me ligas-te nenhuma. Tás rica!"

Mas olha lá, quem é que viu quem?

As pessoas vêm-me e eu é que tenho de ir ter com elas, se não as vi??

xiça, povo pouco prático e complicado!

10 de dezembro de 2009

o NATAL

Esta manhã enquanto tomava o pequeno almoço pensava nas prendas de natal. O que dar a este, o que dar àquele e lembrei-me de uma pergunta que no outro dia me fizeram sobre "O que é que queres de presente no natal?"...
Eu não acho que seja dificil presentear uma mulher, há sempre mil e uma coisas que queremos, que temos em mente e que mesmo não conhecendo por vezes quando nos oferecem ficamos felicissímas. Eu penso por mim... Ficaria contente com um perfume, uma jóia, uma peça de roupa (de preferência fashion...), um cinto, uma carteira, umas botas, um livro, um cd de música, sei lá! Há tantas coisas que me podem oferecer e eu ficaria tão feliz! Mas as coisas com que eu ficaria feliz mesmo eram:


E é que eu não peço mais nadinha, mais nadinha! xD
E tu? O que esperas de presentinhos este natal?

6 de dezembro de 2009

Exaustismos...



Agora, ando numa de não querer programar nada para os fins-de-semana. Nada de combinar às 10h ir aqui, às 15h ir acolá, etc. Ando tão cansada de ter horários para tudo durante a semana, que a única coisa que quero fazer nos fins-de-semana é não ter horas para nada.
Tou cansada das horas definidas para almoço, das horas para acordar e deitar, das horas para lanche, das horas para ir algum lado para que se possa estar a horas em casa para ir a outro lado... xiça!

A minha cabeça anda confusa, mas acima de tudo anda cansada. Acho que cheguei a um ponto da minha vida em que não me apetece seguir regras, que só me apetece fazer o que realmente me apetece. Tou cansada de certos sinismos e de "habituanços/aguentanços".

Não tou mais para fazer o que os outros acham correcto ou incorrecto, seguir regras a que chamam de "boa conduta" e às quais eu apelido de "sinismos meticulohorrorosos". Tou cansada desta coisa de que "ah deve-se agir diplomáticamente e respeitar os outros e tal e as suas acções e opiniões..." Ora poupem-me não vou respeitar alguém que não me respeita!? Não sou daquelas que se batem numa face dou a outra para bater e agora é que sinto vontade de não o ser mesmo.

Quando me baterem numa face, esperem o retorno, mas eu deixo os dois lados iguais, não se preocupem...LOL

Em suma, estou EXAUSTA...

3 de dezembro de 2009

Os CARLOS...

Hoje apercebi-me da quantidade de auditórios e teatros que temos um pouco por todo este país, com o nome Carlos "qq coisa".

Ele é Carlos Paredes, é Carlos Alberto, é Carlos Castro, Carlos Costa, São Carlos, Carlos Gomes....

É que isto dito de bela forma "Ah e tal logo VOU AO Carlos Alberto..." pode ser compreendido de feia forma... Principalmente se for dito por um homem... ihih

Agora o porquê de tantos Carlos qq coisa auditórios... n entendo?!

Mas "coma assí" eu vou ao Carlos Alberto ver "O Avarento" de Moliére...

2 de dezembro de 2009

Pormenores...



Preocupo-me com as coisas singelas,
com os pequenos pormenores,
aprecio, olho, vejo, observo...

O formato da luz do candeeiro refletida na parede,
O som da água que corre na rua,
O roncar do motor do automóvel,
O simples tic-tac do relógio...

E enquanto paro, escuto e olho, penso!

Penso no que poderia ser, no que não deveria ser,
No que poderia sentir, no que poderia não sentir,
Viajo nas milésimas variáveis do ver, do ouvir, do escutar...
Uso todos os sentidos e mesmo assim,
fico estática...

A olhar para a beleza de tudo o que me rodeia...

© Lidia's World, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena